Ir para ...

Hoje: 23/9/2017 e são 13:00

Opinião

O GRAVE MOMENTO NACIONAL

“Não tem futuro uma sociedade em que se dissolve a verdadeira fraternidade. Por isto a superação deste grave momento nacional exige reformas profundas que visem garantir o direito e a justiça para todos”. Este é o título [O grave momento nacional] de uma declaração recente da presidência da CNBB quase desconhecida pela mídia nacional. A

O ANO DO LAICATO

“Aos leigos compete por vocação própria, buscar o Reino de Deus, ocupando-se das coisas temporais e ordenando-as segundo Deus. Vivem no mundo, isto é, no meio de todas e cada uma das atividades e profissões, e nas circunstâncias da vida familiar e social, as quais como que tecem a sua existência. […].” (Conc. Vat. II,

“POR FALAR EM AMIZADE”

“Foi esse o prelúdio de nossa amizade; daí a centelha da afinidade; (…) concordes no anseio do mesmo ideal; unidos por amizade cada dia mais estreita e firme… ambos tínhamos por sua a glória do outro. Parecia uma só alma, em dois corpos”. (Ofício das Leituras de 02 de janeiro). Uma das passagens que mais

REAGIR AOS CRIMES TRABALHISTAS

Se a pobreza, conforme diz o Papa Francisco, tem “o rosto de mulheres, homens e crianças explorados para vis interesses, espezinhados pelas lógicas perversas do poder e do dinheiro”, e “é fruto da injustiça social, da miséria moral, da avidez de poucos e da indiferença generalizada”, cabe-nos agora, mostrar que não somos indiferentes diante dos

A FAMÍLIA HUMANA E A CASA COMUM

Quem crê em Deus como Amor sabe que, ao agredir a natureza, se ataca o próprio Criador. Ao mesmo tempo, quando trabalhamos para salvar uma nascente de água, preservar um pedaço de mata ou simplesmente possibilitar uma agricultura ecológica, estamos cuidando da vida e, concretamente, do futuro da população humana. Se somos crentes, estamos colaborando

JUSTIÇA E DIREITOS

“A desorientação social promove o surgimento de dois fenômenos gêmeos, funestos para a ordem democrática: a apatia popular e a busca de heróis vingadores, capazes de limpar a cidade (ou o País), ainda que isso custe a devastação das garantias individuais”. No Brasil da era Temer, os “mercados” e seus lacaios homiziados nos meios de comunicação lideram o

BONZINHO OU DURÃO? AS DUAS FACES DO PAPA FRANCISCO

Para a grande maioria, o Papa Francisco é o rosto da compaixão do catolicismo hoje. Debaixo da face de compaixão do Papa, há um lado de aço, que ele lança mão principalmente em relação a sacerdotes, bispos ou cardeais que ele sente que estão prejudicando a missão da Igreja. Ele resgatou refugiados, abriu as portas

Mais antigos ››