Ir para ...

Hoje: 17/12/2017 e são 9:50

PSICOLOGIA E ESPIRITUALIDADE DEVEM ESTAR UNIDAS


“A melhor maneira de chegar a Deus é por meio do conhecimento de si”, Teresa de Ávila. Nas palavras de Leonardo Boff “o homem é o caminho para Deus e Deus é o caminho para o homem”.

Na área das ciências humanas, mais especificamente, no campo da psicologia, já se sabe que o ser humano necessita de “algo a mais”, aquilo que pode ser chamado de ir além de si mesmo, de autotranscedência. Nas religiões chama-se espiritualidade este algo a mais, ou seja, busca-se o sentido de todas as coisas.

As irmãs psicologia e espiritualidade caminhando isoladamente tentam dar respostas às perguntas, angústias e tristezas pelas quais o ser humano se defronta na sua aventura terrestre. Contudo, montando e desmontando a existência humana sem abertura para o encontro entre ambas as dimensões, nos deparamos com pessoas frustradas e desiludidas que não conseguem mais recolocar as peças do quebra-cabeça de forma a contemplar o belíssimo mosaico da vida.

Na tradição da religião cristã e não cristã encontramos homens e mulheres – os assim chamados místicos – tais como Teresa de Ávila, João da Cruz, Elisabeth da Trindade, Edith Stein, Maomé, Buda, os Sufis, os cabalistas e etc., que dão belo testemunho da possibilidade integradora do humano e do espiritual na busca constante de uma pessoa mais plena e inteira consigo mesma, com os outros e com o cosmos.

Teresa de Ávila, que não foi psicóloga, afirma que “a melhor maneira de se chegar ao conhecimento de Deus é por meio do conhecimento de si mesmo” e que, para “entrar no céu” é preciso primeiro “entrar em nós mesmos”. Já o grande teólogo escolástico, Tomás de Aquino, recorda que “quanto mais vou ao encontro de mim mesmo, mais descubro em mim um outro que não sou eu e, no entanto, é o fundamento do meu existir”. A Maomé se atribui a frase: Se te conheces, conheces Deus! Enquanto que Catarina de Sena conclui dizendo que uma pessoa não pode crescer no amor sem o conhecimento de si mesma, sem o autoconhecimento.

De fato, podemos também nós hoje afirmar que pela integração entre psicologia e espiritualidade a pessoa pode chegar à sua plenitude, tanto mergulhando profundamente no mistério humano quanto mergulhando no mistério divino. Duas faces da mesma moeda! Nas palavras de Leonardo Boff “o homem é o caminho para Deus e Deus é o caminho para o homem”.

Ainda sob o ponto de vista da tradição cristã nem sempre foi ou é fácil compreender e aceitar a verdade do homem como caminho para Deus. Mais estranho para muitos é a afirmação de que Jesus de Nazaré é o rosto humano de Deus e o rosto divino do homem. Jesus apresenta-se no mundo e ao ser humano como alguém perfeitamente reconciliado consigo mesmo e com o Pai. Quando convida à santidade ou à perfeição não está tentando camuflar o lado sombrio da condição humana, pelo contrário, é um convite à busca da integração pessoal consigo e com o todo circundante. “Sede misericordiosos como o Pai do céu é misericordioso” ou “Sede santos”.

Nas tradições milenares da sabedoria mundial existem ferramentas que são verdadeiras condições de possibilidade para uma melhor performance holística do humano. O Eneagrama é apresentado como uma dessas ferramentas que nos faz compreender, segundo o especialista no assunto, o padre Domingos Cunha, que “luzes e sombras são dimensões bem naturais no ser humano e à vida sobre a terra” e que, portanto, não podemos pretender uma “perfeição” que signifique eliminar essa dupla face da mesma moeda.

O eneagrama procura fazer a ponte de unidade entre nossas famosas irmãs: a psicologia e a espiritualidade. O eneagrama é um instrumento de conversão, segundo Richard Rohr, outro especialista no assunto. Portanto, podemos concluir dizendo que a pessoa humana verdadeira está diante do Deus verdadeiro quando está inteira e plena de si mesma.

Marcos Antônio Bezerra Uchôa, Mestre em teologia pela FAJE – Faculdade Jesuíta de Filosofia e Teologia é padre e trabalha na área do autoconhecimento com o método Eneagrama.

Fonte: Site Dom Total

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *